Buscar

Visagismo - A Linguagem não-verbal Antes de tudo, compreendam que Visagismo não é técnica. Portanto não basta apenas querer achar um corte pelo formato do rosto, sem, junto com isso, analisar diversas outras questões, como: como vive a pessoa; sua leitura de mundo sob beleza , estética, seu conceito de feio e bonito; sua persona( seu eu social); sua imagem real(seu lado verdadeiro); além de analisar o que sua imagem completa, não apenas o cabelo, apresenta no momento: isso reflete sua verdadeira imagem, sua real beleza, de modo que demonstre para si e para o mundo suas reais intenções, necessidades, qualidades etc? Percebam isso, antes de acharem que apenas olhar o rosto e redesenhar cortes "meramente " bonitos é a solução. Novamente; é preciso ver a pessoa holisticamente, ou seja, o todo, seu cabelo, estilo, corpo e personalidade. Afinal, quantas vezes se viu alguém apenas com uma cabeça andando por aí? Quando se veste uma roupa, se quer saber se há harmonia entre a roupa e o corpo, certo? Da mesma forma ocorre com o cabelo envolvendo o tamanho da cabeça e o rosto. Isso tudo é analisando em nossa CONSULTORIA DE VISAGISMO PHILLIP HALLAWELL. Nenhum corte de cabelo ou coloração é feito no Studio Flima sem que passe primeiro por esta consultoria. Veja as questões abaixo antes de solicitar um atendimento de Visagismo conosco. Você sabe o que significam as linhas que regem o formato do seu rosto? Sabe exatamente qual é o seu formato de rosto e que é gerado um impacto inconsciente em questão de segundos, sempre que um rosto fotografa outro rosto, sendo isso o pivô de muitos não se sentirem bem com o corte de cabelo? Sua IMAGEM e AUTOIMAGEM, estão em congruência esteticamente falando? Sabe que as bases do Visagismo são estudos comprovados através de experimentos científicos registrados e documentos, nas áreas do conhecimento, como neurociência (Como o olho percorre a imagem); na Semiótica ( que dizem símbolos ou signos embutidos nas formas imagéticas); na psicologia ( há informação, nas formas geométricas), além de outras áreas, onde comprovam que uma imagem visual quando não está em congruência com quem é a pessoa nas suas emoções, isso tem gerado inclusive doenças, ou mesmo depressão, e que pelo outro lado, se estão em harmonia, o resultado é um bom equilíbrio entre os níveis de neurotransmissores principais, responsáveis pela nossa sensação de alegria, prazer, bem-estar etc? Sim, agora você pode rever seu conceito de feio e bonito vendo por um ângulo mais contundente... Se depois disso tudo, você ainda queira prosseguir com o atendimento, teremos satisfação em ajudá-lo com seu pedido. Mas se sentiu que não é o Visagismo o que acha ser, e que apenas um simples corte cabelo lhe cai bem, então sugerimos que pare esse atendimento e procure um cabeleireiro para lhe ajudar. Gratidão, Márcio Lima

20 visualizaçõesEscreva um comentário

Da série " Formatos de rostos " Esse formato de rosto é muito confundido com os formatos hexagonais e retangulares. Embora pareça fácil, se requer uma análise bem minuciosa com conhecimento das linhas geométricas na hora de entender esse formato de rosto. Pessoas de rostos quadrados são mais resistentes a mudança; no geral intimidam de cara, principalmente se o cabelo estiver jogado para trás, isso porque a expessão de poder que vem pelo arquétipo embutido nas linhas retas horizontais e verticais, tende a gerar esse impacto ao cérebro observado. Vamos ao rosto retangular no próximo artigo, daqui depois dois dias. Importante! Sem saber o formato exato do rosto, bem como as linhas que o regem, o lado positivo do rosto, a tonalidade de pele entre quente e fria, também as proporções exatas de cabeça, olhos, boca, queixo, nariz, resta, ombros e principalmente o simbolismo ou a mensagem que essas formas carregam, o TEMPERAMENTO dominante, dificilmente se achará um estilo seja de cor ou de corte que se harmonize com a imagem desejada. Além disso, de nada adianta toda essa análise, se a pessoa não souber o que deseja passar com a imagem. Se o estilista não conseguir entender, ler interpretar para então conceber a nova imagem, certamente ficaremos no que já vemos no geral: grandes transformações nos salões de beleza, ou em cirurgias plásticas, sem grandes resultados, gerando muitas vezes crise de identidade.

O que tem acontecido muito é o cliente pedir um corte que seja prático, no geral. Mas apenas o prático não significa que criamos um corte bonito, que equilibrou o rosto. O que tenho visto muito em minhas consultorias de imagem e Visagismo é as pessoas chegarem sem noção alguma de como funciona sua imagem tanto estética quanto interna; sem se darem conta de que sua autoimagem e imagem devem está em total congruência para que qualquer acontecimento em sua vida venha ser visto de forma positivo. Muitos querem o bonito por fora, mas se odeiam no interior; não se amam, se depreciam, projetam dos outros sua imagem ideal, o que nunca dará certo, já que somos únicos e cada um tem sua própria beleza.

Perceberam o tamanho da responsabilidade aqui?

Isso é visagismo, ou seja um conjunto de informações unificadas para então saber que corte e cor sugerir para cada pessoa.

Vale lembrar!

Embora o Visagismo tenha virado moda, e muitos se dizem visagistas sem ter a formação e conhecimento de fato, é prudente deixar registrado para que saibam que o Visagismo que utilizamos é conceito PHILLIP HALLAWELL, o único Visagismo verdadeiro que temos.

Márcio Lima Divulgação

#Visagismo #autoconhecimento #coach #resiliência #negocios #quântico #moda #fashion #flima #marciolima #ROSTOquadrado #tv #entrevista

10 visualizaçõesEscreva um comentário

Linguagem não-verbal Através de uma série de estudos, principalmente no campo da semiologia e semiótica, consegui correlacionar alguns segredos que mudam completamente a forma como vemos e veremos o ato de "cortar cabelo" daqui pra frente. O que é um cabelo? Pense nisso: Quando você olha todos os dias para sua imagem frente ao espelho, o que está vendo? Cabelo ou fios de cabelo? Do ponto de vista da tricologia capilar, vemos fios de cabelo, mas pelo lado da estética, temos um DESENHO LINGUÍSTICO. O segundo conceito é o que nos interessa quando tratamos de construção de imagem pessoal. Como desenho linguístico ele informa, expressa o que está intrínseco em seu interior, através da ressignificação do campo cerebral, traduzido pelo globo ocular. Então, o que estamos vendo quando nos olhamos diariamente, e quando olhamos o mundo a nossa volta? Vemos coisas, pessoas, ou apenas formas geométricas que acusam impactos? Enquanto essas questões não forem entendidas por cabeleireiros e clientes, a priori. (...), teremos apenas uma falsa ideia de um trabalho de corte ou de cor bonitos, quando em última instância, poderíamos nos ver e sentirmo-nos belos. Toda pessoa que passa por uma Consultoria de Visagismo conosco sabe e entende definitivamente como deve se ver e como conduzir sua imagem esteticamente falando, de modo que revele uma imagem bela em linhas, formas e cores. E então ficam livres do juízo de gosto do tecido social. Isso é parte de um Novo Conceito em BELEZA, conheça mais em www.studioflima.com Atenção! Não faça reservas sem antes acessar o site acima e entrar em contato com nosso conceito de atendimento. Texto: Márcio Lima em 12/12/2019 Equipe de Divulgação #conceitonovoembeleza #consciência #studioflima #marciolima #visagismo #visagistasp #philliphallawell

5 visualizaçõesEscreva um comentário

Fale Conosco

Seg: à sab   08:30 - 21:30

Rua Gandavo, 41 Vila Mariana SP      

Contato (11)3486-9373 

Reservas com Marcio Lima

 Whatsapp 11 98165-1633

CONVÊNIO COM ESTACIONAMENTO